2 de jan de 2009

Sarau em Cabre[úva]

por Gabí Pumtel


Uva..uva...vem pra cabreúva!

era esse o tom puxado pelo zinho no seu rap-repente do dia 01.01.2009!
O primeiro Sarau do ano aconteceu em Cabreúva, cidade bonita de se ver, do Maciel, da cerveja quente, do ginásio do Suvacão!

Contamos com a participação dos moradores e seus poemas improvisados, a famosa postesia circula pelos postes de todas as cidades...a voz afinada da Elisa! e de Michele que fotografa poemas bonitos como os dela.

Corre pra ligar o projetor, corre pra soltar a rifa, (eu e luan) corre pra testar o som( e Gunnar afina e Gil desenrola o cabo e Nana corta a fita) e Potyra me lembra que vai recitar um poema novo (feito para seu tio).

E ela fala um haikai!

Daí me lembro que o livro da Pindá- a menina do mar - sonetos para uma infância caiçara - seria perfeito para esta hora - devia ter trazido mas posso mandar um improvisado não?- alguém pegou o microfone antes que eu, fica pra próxima deixa? então deixo aqui! deixo o pequeno fragmento de um discurso quase - desamoroso de dois nordestinos que conheci através de Clarice...- e vem de novo as citações...ai que mania esta, e o incrível é que na voz de Luan isso soa tÂo TãO Tão bem!


(...)
pois é
- pois é o quê?
eu só disse pois é
-mas "pois é" o quê?
melhor mudar de conversa porque você não me entende
-entender o quê?
santa virgem, Macabéa, vamos mudar de assunto e já!
-falar então de quê?
por exemplo de você.
-Eu?!
por que esse espanto? Você não é gente? gente fala de gente.
-Desculpe mas não acho que sou muito gente.
mas todo mundo é gente, meu deus!
-é que não me habituei
não se habituou com quê?
-ah, não sei explicar.
e então?
- então o quê?
olhe, eu vou embora porque você é impossível!
- é que só sei ser impossível, não se mais nada
que é que eu faço pra ser possível?(...)

mas já que sou das citações - como jaime, não sou poeta e por isso talvez edito as poesias de que gosto - mando um soneto tão grovado como manoel-manu.
Este sim é de um escritorpoetasonetistaredator conhecido, mando o 021 pro menino libriano do pandeiro.

e continuo a minha caminhada ouvindo o cd da sambista de Pirapora, desta vez rumo a Itu, com capa de chuva e um solado mais no compasso, mas junto ao passo!

ps: dia 03.01 terá o segundo Sarau do ano da Expedición Donde Miras e sera em Itu! dá tempo de correr, ou caminhar.

axé!

0 comentários: