7 de jan de 2009

Filhos do vento

Ploc ploc, ploc ploc.
Na batida dos pés, na pegada do rap,
na batucada do samba,
na raça e na fé.

Agenda em branco, celular ocioso,
o horizonte à frente - suculento e misterioso.

Tum tum, tum tum.
O coração bate conectando todos os ritmos,
alimentando os sonhos,
decretando a vitória da vida.

Apesar das nossas latinas veias abertas,
pernas abertas, bocas reprimidas,
o sangue corre pelas quebradas
distribuindo sorrisos e rosas roubadas.

Inspira, expira.
O mundo dá voltas, a vida circula.
O pé caminha, a alma canta.
Somos filhos do vento, da chuva, do sol.
A arte é nosso guia, o amor nossa essência.


As asas brotam. Ousemos voar.





Michele Torinelli.

2 comentários:

EXPEDICIÓN DONDE MIRAS disse...

dei uma olhada na materiazinha,eu fiz o release e entreguei pro cara da biblioteca, que deu uma leve mexidinha (coisa de ego, mas como jornalista tenho que afirmar que o "cerca de mais de 25 pessoas" não é meu!!! hahaha). Ou é cerca ou é mais. Enfim, mas foi legal. Seria interessante se o povo da produção que está me SP com toda a tecnologia a seu favor tentasse adaptar esse release (ou fazer outro) e mandasse para as cidades nasa quais vamos chegar, pra já ir divulgando.

Beijo. michele.

jacker disse...

Good Blog, I think I want to find me, I will tell my other friends, on all!
aoc power leveling