28 de jan de 2008

Matéria no Caderno 2

Matéria publicada no jornal Estado de São Paulo
no dia da saída da caminhada


Caminhada até o Chile reúne poetas

Cerca de 25 pessoas lideradas pelos escritores Binho e Serginho iniciam hoje excursão, a pé, promovendo atividades artísticas

Livia Deodato

Há pouco mais de um ano, o poeta Binho conversava com o seu parceiro Serginho sobre a vontade que ele tinha de conhecer a América Latina.

- E se fôssemos a pé?

- A pé??? Pelo amor de Deus, a pé não, vai. Que tal de moto?

- Não, vamos a pé!

- Bicicleta?

- A pé!

A tentativa de convencimento demorou um pouco mais que essas seis linhas. O ponto crucial, que conseguiu persuadir o companheiro, foi o fato de que ao caminhar você consegue agregar mais pessoas. E, neste momento, é esse o apoio que justamente mais precisam. Hoje, às 15 horas, Binho e aproximadamente mais 25 pessoas (inclusive Serginho) sairão do bairro paulistano Campo Limpo rumo a Curitiba, trecho que vão percorrer a fim de anunciar o projeto Donde Miras - Caminhada Cultural pela América Latina. Nosso percurso total inclui ainda o Paraguai, o Uruguai e o Chile, conta Binho.

Os caminhantes saem em busca de um único objetivo: o de vivenciar, trocar e, principalmente, conhecer as diversas manifestações artísticas que encontrarão ao longo do trajeto, em cada um dos 19 municípios onde pretendem fazer um pit stop (leia quadro). A exemplo do sarau que Binho organiza semanalmente em seu bar no Campo Limpo desde 2004, os participantes, entre eles atores, cineastas, fotógrafos, poetas e artistas plásticos, vão promover reuniões ao ar livre, sempre à noite, por onde passarem. E toda arte bem-feita será bem-vinda.

Neste primeiro trecho queremos mostrar a nossa cara, nos envolver com outras pessoas, com o objetivo de criar uma rede, realizar um intercâmbio cultural que deixa o plano virtual para se tornar real, diz Binho, menos conhecido como Robinson Padial. É claro que se os caminhantes fossem esperar por qualquer apoio ou patrocínio, provavelmente não sairiam do lugar em 2008. Por isso mesmo decidiram botar a mão na massa (e, conseqüentemente, o pé na estrada): para bancar alguns custos da jornada, Binho e Serginho estão vendendo a 2ª edição - bilíngüe - de seu livro Donde Miras - Dois Poetas e Um Caminho (R$ 15), além de uma camiseta toda estilizada (R$ 20), ambos à venda pelo telefone 3535-6463 ou pelo e-mail abcbinho@yahoo.com.br.

Algumas prefeituras estão colaborando com alojamentos, mas o grupo também espera contar com a ajuda de outras pessoas. O carro de Binho será utilizado como apoio durante todo o trajeto. Os artistas continuam na luta por patrocínio para conseguirem alcançar o ponto final da expedição - Valparaíso, no Chile - ainda no segundo semestre deste ano. Os interessados devem entrar em contato pelo mesmo e-mail já citado.

Pelo blog www.expediciondondemiras.blogspot.com, os artistas caminhantes vão mandar notícias da caminhada que deve durar cerca de 30 dias - eles devem pular o carnaval, provavelmente, em Curitiba. Temos como meta caminhar uns 20 km por dia. Tem gente que já está preparando um bolão pra apostar quem não vai chegar até o ponto final, diverte-se.

Além de muita poesia, teatro, cinema e música, o grupo vai promover a leitura de trechos do livro As Veias Abertas da América Latina, de Eduardo Galeano, em cada cidade onde forem realizados os saraus. A idéia é esgotar as 307 páginas até o fim da jornada.

Quem tiver disposição e quiser se juntar ao grupo em qualquer parte da expedição é só entrar em contato por e-mail - ou estar a postos hoje, às 15 h, no Bar do Binho. E boa viagem!

Fonte:
http://www.estado.com.br/editorias/2008/01/05/cad-1.93.2.20080105.42.1.xml

0 comentários: