8 de ago de 2008

POESIA

TECNOLOGIA

Ouço caminhar,
Passadas ofegantes
Silêncio
Ouço
Palavras entrecortadas
Ao fio que liga
Que leva
Alegria
Extasiada, excitada
Vou prá e prá cá
Ouço a Terra e o Mar
Vozes do caminhar
A poesia da Lua
O queimar do Sol
O frio da madrugada
Ouço os arrepios
Do amor que vai chegar.
Dora Nascimento

0 comentários: